domingo, 20 de março de 2011

TRANSFIGURADOS para uma Nova Vida

Transfigurar é quando nos sentimos quase mortos de tanto sofrer e ao mesmo tempo é momento em que somos

Ressurgidos pela infinita luz que invade a madrugada, despertando a alma para se unir ao amor.

Amor que se mostra radiante, nisto consiste a sua Lei, e que se lança, está é a sua Profecia.

Significa correr até o alto da montanha, adormecer de cansaço e acordar contemplando a pureza, plenitude e

Felicidade Daquele que se vê todo cheio de Vida e de Glória. Por isso, o coração maravilhado, todo atrapalhado

Inventa pretextos para permanecer sempre ali, até o mais profundo da alma, unido Aquele que É, na

Graciosidade da neblina de eternidade que o envolve.

União que jamais será quebrada ou roubada, em nada sendo vencida, desde que seja buscada ao longo da vida

Regada pela escuta, atenção á voz que ecoa em meio ao medo e incompreensão. Voz que não se cala

Atormentando a alma e ao mesmo tempo a acalmando fazendo-a querer não descer do alto

Construindo ali uma tenda, lugar de permanência. Escondido, longe de tudo e de todos.

Amanhece, e se fica calado, iluminado e talvez será este o caminho diário dos que sobem lá com Ele.

Olha-se em volta, e lá vai Ele descendo, mas no coração o desejo de voltar ao Tabor O vendo de novo Transfigurar.

Pe. Vânis Vieira da Cunha

Nenhum comentário:

Postar um comentário