sexta-feira, 11 de junho de 2010


Com 24 anos, em 1851, ordenou-se sacerdote, sendo sua primeira missa celebrada em Campanha – MG. Em 1852, veio para Três Pontas - MG. A população achou estranho Dom Viçoso enviar um sacerdote "negro". Era em plena escravidão negra, mas a população de Três Pontas, aos poucos, foi conhecendo as virtudes de Padre Victor, que pregava pelo exemplo. Não existem leis para as virtudes, mas, sim, o poder do Espírito Santo, para transformar o seu semelhante. Assim, consolou os aflitos, foi justo, soube perdoar, soube promover os semelhantes, sem distinção. Visitava os doentes, amparava os inválidos, atendia prontamente confissões, casamentos, encomendações. A população significava muito para ele, que, realmente, era um homem de Deus. Transmitia esperança na felicidade eterna, conquistada com o sacrifício de Cristo e agradecia a Deus por lhe haver revelado Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário